quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Uma brisa de verão

IMG_1154

Sinto uma brisa de verão,
e como se de uma bênção se tratasse
 deixo-a penetrar no suor,
desbravar meu corpo, apoderar-me a mente,

adormeço ao som do silencio,
 escutando musica terna, 
a meu lado o amor 
vai deixando fugir a imaginação,
 se esquecendo de mim
permitindo que o silêncio da vida
guarde os meus desejos para novo dia

este silêncio que me aprisiona o prazer
e o multiplica por outros silêncios,
obriga o corpo a relaxar
 penetrar no fundo da saudade
e a sentir toda a vida dentro de nós

sfsousa/olharomar